logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Programa Salva Mais registra 16.712 atendimentos em seus primeiros 100 dias de funcionamento.

COMPARTILHE

O Programa Salva Mais Alagoas, que teve início em 14 de março deste ano, já realizou 16.712 atendimentos nos primeiros 100 dias de funcionamento. Esse programa consiste na integração entre o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL), que passaram a receber chamados na Central de Regulação das Urgências (CRU), localizada no Shopping Cidade, no bairro Farol em Maceió.

Esses atendimentos foram divididos entre 12.373 pelo Samu Alagoas, através das Centrais de Maceió e Arapiraca, e 4.339 pelo CBM/AL. Dentre estes, estão inclusos atendimentos pré-hospitalares, atividades comunitárias, buscas e salvamentos, atendimentos a casos de incêndios e a ocorrências com produtos perigosos.

A coordenadora do Programa Salva Mais, enfermeira Elaine Monteiro, enfatizou que os números refletem o compromisso em salvar vidas com qualidade e eficiência. A integração entre o CBM/AL e o Samu Alagoas foi fundamental para intensificar o trabalho de salvar vidas, conforme destacado pelo governador Paulo Dantas, um dos idealizadores do programa.

A enfermeira e coordenadora do Samu Maceió, Beatriz Santana, ressaltou que essa integração trouxe benefícios significativos para a assistência prestada à população, reduzindo o tempo de resposta das ocorrências e, consequentemente, salvando mais vidas.

Dentre os beneficiados pelo Programa Salva Mais está o aposentado Joaquim Fernandes, que teve sua vida salva graças à rapidez no atendimento e na integração dos serviços de urgência. A inauguração da CRU representa um marco no atendimento de urgências e emergências em Alagoas, segundo o médico Rodrigo Nicácio, coordenador da Rede de Urgências e Emergências.

O secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, destacou a importância desse programa para a saúde alagoana, ressaltando que a integração entre o Samu e o Corpo de Bombeiros tem sido fundamental para salvar mais vidas. A agilidade e eficiência no atendimento foram fundamentais para o sucesso do Programa Salva Mais até o momento.

Por isso, a população deve ficar atenta e acionar o Samu (192) em situações de emergência como dores no peito, convulsões, intoxicações, acidentes de trânsito, entre outros. Já o Corpo de Bombeiros (193) deve ser acionado em casos de incêndio, salvamentos aquáticos, vazamento de gás, entre outros. A integração desses serviços tem se mostrado essencial para salvar vidas em Alagoas.

Com informações e fotos da Sesau/AL

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade