logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Debate na Câmara: Estratégias para Prevenção e Controle do Câncer Colorretal no Brasil

COMPARTILHE

Nesta terça-feira (9), a Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados conduzirá uma audiência pública com foco na prevenção e controle do câncer colorretal no Brasil, objetivando discutir estratégias e medidas que possam ser implementadas para enfrentar esta doença. O câncer colorretal engloba tumores que acometem o cólon, reto e ânus, partes essenciais do intestino grosso.

A iniciativa para esta discussão foi proposta pelo Deputado Dr. Francisco (PT-PI), que ressalta a significativa importância do diagnóstico precoce na luta contra o câncer colorretal. Segundo o deputado, exames como a colonoscopia, o teste de sangue oculto nas fezes e a radiografia são cruciais para identificar a enfermidade em estágios iniciais, aumentando, assim, as chances de cura.

Entre os fatores de risco mais destacados para o desenvolvimento do câncer colorretal estão o estilo de vida sedentário, a obesidade, o uso regular de álcool e tabaco, e a ingestão inadequada de fibras, frutas, vegetais e carnes magras. Além disso, indivíduos que sofrem de doenças inflamatórias intestinais, como a doença de Crohn e a colite ulcerativa, têm um risco aumentado para o desenvolvimento desse tipo de câncer.

Dr. Francisco usa dados preocupantes do Atlas da Mortalidade por Câncer, do Instituto Nacional de Câncer (Inca), para ilustrar a gravidade da situação: em 2020, o Brasil registrou 20.245 mortes por câncer colorretal, sendo 9.889 homens e 10.356 mulheres. Estes números destacam a urgência de ações mais eficazes de prevenção e controle.

A audiência pública, que ocorrerá no plenário 7 às 17 horas, servirá como um espaço para debater e formular propostas que possam ser adotadas em políticas públicas e campanhas de conscientização. Especialistas, profissionais de saúde e representantes de organizações não governamentais estão entre os convidados para compartilhar suas perspectivas e contribuições.

A expectativa é que esta reunião do colegiado de saúde permita um aprofundamento no entendimento das melhores práticas e das tecnologias disponíveis para o combate ao câncer colorretal, além de promover uma maior conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. Ao engajar diversos setores da sociedade e oferecer um fórum para troca de informações e experiências, a Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados busca traçar caminhos que possam reduzir a incidência e mortalidade dessa doença no país.

Dessa forma, a audiência pública representa uma etapa crucial na mobilização para enfrentar um dos tipos de câncer mais comuns e fatais, integrando esforços de todos os envolvidos para uma abordagem mais eficaz e abrangente.

Com informações e fotos da Câmara dos Deputados

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade