logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Congresso Nacional é iluminado em verde pelo Dia Mundial das Zoonoses

COMPARTILHE

Congresso Nacional Ilumina-se em Verde pelo Dia Mundial das Zoonoses

Na noite desta quarta-feira (10), o Congresso Nacional foi iluminado em verde e viu projetadas em sua fachada diversas frases de conscientização, marcando o Dia Mundial das Zoonoses. A iniciativa foi um aceno ao pedido do deputado Dr. Zacharias Calil (União-GO).

A data, celebrada oficialmente no dia 6 de julho, é um marco global para promover discussões e aumentar a conscientização sobre as zoonoses. Estas são doenças transmissíveis entre animais e humanos – um tema crucial para a saúde pública. A escolha do dia não é aleatória; ela homenageia o cientista francês Louis Pasteur, que em 1885 administrou pela primeira vez a vacina contra a raiva, um feito revolucionário na medicina.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), as zoonoses representam um desafio gigantesco para a saúde global. É alarmante saber que essas doenças são responsáveis por cerca de 2,4 bilhões de casos e 2,2 milhões de mortes anualmente. Além dos impactos diretos na saúde, as zoonoses acarretam prejuízos econômicos e sociais – desde a perda de produtividade e redução da biodiversidade até o aumento da pobreza.

As estatísticas são igualmente impressionantes. De acordo com a OMS, existem mais de 200 tipos diferentes de zoonoses. Cerca de 60% das doenças infecciosas humanas se originam de animais, e pelo menos 75% das doenças infecciosas emergentes, tais como Ebola, HIV e gripe, têm origem animal. Estas doenças compõem 62% da lista de doenças de notificação compulsória, evidenciando sua relevância para a vigilância sanitária.

As ações e atividades em torno do Dia Mundial das Zoonoses visam encontrar soluções viáveis para o controle dessas doenças. A abordagem defendida é intersetorial, exigindo a colaboração de profissionais de diversos campos – saúde humana, saúde animal e ambiental. A estratégia é encorajar os governos a formularem e implementarem políticas de saúde pública abrangentes. Estas políticas devem abordar fatores que amplificam o risco e dificultam o controle das zoonoses, como mudanças climáticas, desmatamento, incêndios e a crescente mobilidade global.

A iluminação do Congresso em verde simboliza uma esperança renovada e um chamado à ação para governos e cidadãos. Ao evidenciar a questão das zoonoses, o objetivo é sublinhar a importância de políticas públicas integradas e da cooperação internacional para enfrentar esse desafio de saúde pública, ambiental e social.

Com informações e fotos da Câmara dos Deputados

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade