logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Audiência Pública na Câmara dos Deputados Debaterá Desmatamento e Colapso da Amazônia

COMPARTILHE

Audiência Pública Discute Desmatamento na Amazônia e Risco de Colapso Florestal

Em um momento crítico para a preservação ambiental, a Comissão da Amazônia e dos Povos Originários e Tradicionais da Câmara dos Deputados organizará uma audiência pública na próxima terça-feira, dia 2 de julho. O objetivo central deste encontro é debater, com profundidade, o alarmante desmatamento que vem assolando a Floresta Amazônica. Agendada para começar às 15 horas, a audiência ocorrerá no plenário 12 da Câmara.

Este evento foi convocado por iniciativa dos deputados Dorinaldo Malafaia (PDT-AP), Airton Faleiro (PT-PA), Célia Xakriabá (Psol-MG), Dilvanda Faro (PT-PA) e Paulo Guedes (PT-MG). Todos compartilham a preocupação com o futuro da maior floresta tropical do mundo e com os impactos que sua degradação pode trazer não apenas para o Brasil, mas para o clima global.

O deputado Dorinaldo Malafaia destacou que, se medidas urgentes não forem tomadas, a Amazônia pode estar caminhando para um ponto sem retorno. Ele ressaltou que, segundo um estudo conduzido por cientistas brasileiros e publicado em fevereiro, até 2050, uma significativa parcela da floresta—de 10% a 47%—pode ser tão severamente impactada que perderá completamente sua capacidade de recuperação. O termo "ponto de não retorno" é utilizado para descrever esse cenário catastrófico, onde a degradação se torna irreversível.

As causas desse possível colapso vão além do desmatamento. Segundo Malafaia, o aumento das temperaturas globais, secas prolongadas e incêndios florestais são fatores-chave que colaboram para essa degradação acelerada. O deputado frisou que esses eventos climáticos extremos são amplamente influenciados pelas atividades humanas, resultando em um ciclo vicioso de destruição.

Contudo, nem tudo é desespero. O estudo mencionado não apenas lança um alerta, mas também delineia caminhos possíveis para mitigar esses impactos e promover a recuperação da Amazônia. Implementar políticas públicas eficazes, reforçar a fiscalização ambiental e incentivar práticas sustentáveis são algumas das soluções apontadas pelos cientistas.

A audiência pública se propõe a reunir especialistas, representantes de organizações não-governamentais, líderes indígenas e outros stakeholders para discutir essas soluções viáveis. O evento promete ser um palco de intensos debates, onde serão abordadas estratégias para evitar o colapso iminente da floresta.

O futuro da Amazônia, que desempenha um papel crucial na regulação do clima global, dependerá das decisões tomadas hoje. A expectativa é que essa audiência possa fortalecer o compromisso com a preservação ambiental e impulsionar ações concretas que garantam o futuro desse bioma vital. Acompanhe e participe desta importante discussão pelo link [lista de convidados].

Com informações e fotos da Câmara dos Deputados

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade