logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Remédio para regenerar dentes será testado no Japão em voluntários saudáveis

COMPARTILHE

Imagem de asierromero no Freepik
Imagem de asierromero no Freepik

Um medicamento inovador que promete revolucionar a odontologia está prestes a ser testado em humanos no Japão. Desenvolvido por uma equipe de pesquisadores japoneses, esse remédio tem o potencial de regenerar dentes, eliminando a necessidade de dentaduras e implantes.

Os testes preliminares foram realizados com sucesso em ratos e furões, resultando na regeneração dos dentes dos animais sem efeitos colaterais significativos. Agora, a próxima etapa envolverá a administração do medicamento a 30 voluntários saudáveis, com idades entre 30 e 64 anos, que tenham perdido pelo menos um molar.

A substância atua desativando o gene USAG-1, que normalmente inibe o crescimento dos dentes. Ao bloquear esse gene, a proteína morfogênica óssea (BMP) tem sua atividade aumentada, o que estimula o crescimento dos dentes. Essa abordagem promissora pode representar uma terceira opção viável, ao lado das dentaduras e implantes existentes.

No Brasil, onde milhões de adultos enfrentam problemas dentários, a desigualdade social contribui para a prevalência de condições que levam à perda de dentes. A pesquisadora Debora Heller Douek ressalta que, mesmo em países com programas avançados de saúde pública, as desigualdades sociais na saúde bucal persistem.

A expectativa é que, se bem-sucedido, o medicamento esteja disponível comercialmente já em 2030, oferecendo uma nova perspectiva para pacientes que perderam dentes devido a cáries, lesões ou condições congênitas. Embora ainda não seja uma cura permanente, a pesquisa nesse campo promete avanços significativos na odontologia, beneficiando não apenas aqueles com perda dentária, mas também melhorando a qualidade de vida de muitos.

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade