logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Campanha de Vacinação contra Poliomielite encerrada em Alagoas, com mais de 14 mil crianças imunizadas.

COMPARTILHE

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite de 2024 chegou ao fim em Alagoas, com um saldo positivo de 14.617 crianças vacinadas na faixa etária de 1 a menores de 5 anos. Esse número representa 7,76% do total de 188.313 crianças que compunham o público-alvo da campanha.

Após 21 dias de intensa mobilização, as crianças que não foram vacinadas durante a campanha seguirão o esquema do Calendário Nacional de Vacinação, conforme orientação do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde. O esquema prevê a aplicação de três doses do imunizante VIP Injetável aos 2, 4 e 6 meses de vida, seguidas de dois reforços aos 15 meses e 4 anos de idade, utilizando o imunizante VOP Oral.

A assessora do PNI em Alagoas, enfermeira Rafaela Siqueira, ressaltou a importância da vacinação contra a poliomielite como medida de prevenção contra o poliovírus selvagem. Em 2023, a Comissão Regional para a Certificação da Erradicação da Poliomielite na Região das Américas classificou o Brasil como um país com alto risco de reintrodução do vírus.

Desde 1989, o Brasil não registra nenhum caso de poliomielite, sendo certificado em 1994 pela Organização Pan-Americana da Saúde como área livre da doença, juntamente com os demais países das Américas. A poliomielite é uma doença contagiosa que pode causar graves sequelas, incluindo paralisia e até mesmo a morte.

Portanto, a orientação é que os pais fiquem atentos à Caderneta de Vacinação de seus filhos e sigam rigorosamente o calendário de imunização, garantindo a proteção necessária contra essa doença potencialmente fatal. A prevenção é a melhor forma de combater a poliomielite e manter as crianças saudáveis e protegidas.

Com informações e fotos da Sesau/AL

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade