logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Secretaria de Saúde de Maceió alerta para os riscos da automedicação no tratamento da dengue: busque orientação médica adequada.

COMPARTILHE

Automedicação pode agravar sintomas, por isso é importante procurar atendimento médico. Foto: Reprodução/Internet

A Secretaria de Saúde de Maceió está alertando a população sobre a importância de buscar orientação médica adequada no tratamento da dengue. Com o aumento dos casos da doença em todo o país, torna-se fundamental seguir as recomendações dos profissionais de saúde para garantir a segurança e o correto tratamento dos pacientes.

A dengue é uma doença que se apresenta em duas fases distintas. Na primeira fase, os sintomas incluem febre, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo, náuseas, entre outros. Já na segunda fase, conhecida como dengue grave, o paciente pode apresentar sintomas mais graves, como dor abdominal, vômitos e tonturas, podendo evoluir para quadros de hemorragia e até mesmo levar à óbito.

O médico infectologista Renee Oliveira ressalta a importância de não se automedicar, principalmente em casos suspeitos de dengue. A automedicação pode agravar os sintomas e trazer consequências mais graves para a saúde do paciente. Por isso, é fundamental buscar atendimento médico ao apresentar qualquer sintoma relacionado à doença.

Em relação aos medicamentos recomendados para o tratamento da dengue, o especialista destaca o uso de paracetamol ou dipirona, acompanhados de muita hidratação e repouso. Estes são os remédios indicados para o combate aos sintomas da dengue, zika e chikungunya nas fases iniciais da doença.

É importante ressaltar que a dengue é uma doença transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti e que a prevenção é a melhor forma de evitar a proliferação do vírus. Combater os focos de acúmulo de água é essencial para impedir a reprodução do mosquito transmissor da doença.

Diante disso, a Secretaria de Saúde de Maceió reforça a importância de seguir as orientações dos profissionais de saúde, evitando a automedicação e buscando atendimento médico adequado ao apresentar sintomas suspeitos de dengue. A prevenção e o correto tratamento são fundamentais para garantir a segurança e a saúde da população.

0

LIKE NA MATÉRIA