logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Esgoto da BRK é identificado em galeria pluvial na orla da Ponta Verde em Maceió.

COMPARTILHE

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanização de Maceió identificou uma grave infração ambiental na orla da Ponta Verde. Durante a Operação Línguas Sujas, programa de fiscalização realizado em conjunto com a Secretaria Municipal de Infraestrutura, foi constatada a presença de esgoto da concessionária de água e esgoto BRK sendo despejado em uma galeria pluvial, que deveria apenas receber água da chuva.

O problema foi detectado após relatos de efluentes desaguando no mar próximo ao Marco dos Corais, causando não só danos ambientais, mas também um intenso odor na região. Ao flagrar o esgoto sendo lançado no mar através do sistema de drenagem, a equipe da Seminfra acionou imediatamente a equipe da Língua Suja para uma inspeção detalhada da tubulação na área.

O coordenador de drenagem da Seminfra, Gabriel Rodas, explicou que, durante a inspeção, foi identificada uma ruptura na rede coletora de esgoto diretamente conectada à tubulação de drenagem. Além disso, o fiscal de Meio Ambiente da Semurb, Ruber Ivo, realizou testes com corante para confirmar a origem dos efluentes, constatando a infração ambiental cometida pela concessionária de esgoto.

É importante ressaltar que o lançamento de esgoto na rede de drenagem é considerado um crime ambiental, conforme o Código Municipal de Meio Ambiente. A Lei de Caixa de Gordura também proíbe essa prática e prevê punições para os responsáveis.

A Operação Línguas Sujas está em vigor há mais de um ano em Maceió, com o intuito de combater as ligações clandestinas de esgoto que resultam no despejo de efluentes no mar da capital. A Seminfra e a Semurb estão trabalhando em conjunto para garantir a preservação do meio ambiente e a qualidade de vida dos cidadãos de Maceió.

Portanto, a concessionária de água e esgoto será autuada e notificada para resolver o problema o mais rápido possível, visando evitar novos danos ambientais e garantir a saúde da população e a preservação dos recursos naturais da região.

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade