logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Repetição trágica: alagamentos assolam Eldorado do Sul novamente após maio devastador.

COMPARTILHE

O município de Eldorado do Sul, no Rio Grande do Sul, voltou a enfrentar alagamentos recentemente, trazendo revolta e incerteza para seus moradores. Os bairros da Cidade Verde e Vila da Paz foram os mais atingidos, trazendo lembranças da catástrofe ambiental que assolou a região no mês de maio. A prefeitura estima que 97% da área urbana e 80% da área total do município tenham sido submersas, marcando essa como a maior catástrofe ambiental da história do estado gaúcho.

Mais de 45 dias após as enchentes, as ruas de Eldorado do Sul ainda exibem sinais do desastre, como montanhas de entulhos, carros abandonados e casas deslocadas pela força da correnteza. A situação é desesperadora para muitos moradores, como a dona de casa Inês da Silva, que viu sua casa ser invadida pela água novamente. A incerteza e o temor se tornaram constantes na vida dessas pessoas, que passaram por dias difíceis tentando reconstruir suas vidas após a primeira enchente.

Inês, que vive com três filhos, relata o abalo emocional que a situação vem causando, afetando também a saúde de sua filha mais nova. Ela clama por uma indenização para os atingidos, em busca de um recomeço digno e seguro. A situação se agrava com 5,4 mil pessoas desalojadas e mais de 500 em abrigos na cidade e em municípios vizinhos.

O pescador Luiz Antônio, que precisou deixar sua casa às margens do Rio Jacuí por medo das águas, expressa sua angústia e sua esperança de retomar sua vida e suas atividades. Ele destaca a necessidade de investimento público na proteção das comunidades mais vulneráveis, como a que ele residia. O vice-prefeito de Eldorado, Ricardo Alves, aponta para a necessidade de grandes obras, como a construção de um dique em torno do centro urbano, para proteger a população de futuras cheias.

Os desafios que Eldorado do Sul enfrenta são enormes, as obras necessárias demandam recursos e planejamento, mas para esses moradores, a esperança de um futuro mais seguro é o que os mantém lutando. A superação dessas adversidades exigirá não apenas ações imediatas, mas um compromisso de longo prazo com a segurança e o bem-estar da população local. A reconstrução de Eldorado do Sul será uma jornada árdua, mas necessária para garantir que tragédias como essa não voltem a se repetir.

Com informações da EBC
Fotos: © Bruno Peres/Agência Brasil / EBC

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade