logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Polícia Federal desvenda esquema de venda de sentenças no Tribunal de Justiça de São Paulo

COMPARTILHE

A Polícia Federal deflagrou hoje uma operação que visa combater a venda de sentenças no Tribunal de Justiça de São Paulo. A ação está cumprindo 17 mandados de busca e apreensão em diversos locais.

As investigações apontam que um desembargador da área criminal estaria recebendo propina para proferir decisões favoráveis aos corruptores. Segundo a PF, os suspeitos se referiam aos plantões do magistrado como “dias de churrasco”, o que originou o nome da operação, intitulada de Churrascada.

Esse desdobramento da Operação Contágio, iniciada em 2021 pela Polícia Federal e que investigava desvios de verbas públicas na área da saúde, agora também envolve o Superior Tribunal de Justiça (STJ). A seriedade do caso e a gravidade das acusações reforçam a necessidade de atuação enérgica e eficaz por parte das autoridades competentes.

A corrupção no sistema judiciário é um crime que mina a confiança da população nas instituições e compromete gravemente a justiça. A venda de sentenças é um ato repugnante que não pode ser tolerado em nenhuma hipótese, pois vai de encontro aos princípios éticos e morais que regem o exercício da magistratura.

Diante desse cenário, é fundamental que a Polícia Federal e demais órgãos responsáveis ajam com rigor e transparência, garantindo a punição dos envolvidos e a preservação da integridade do sistema judicial. A sociedade espera que medidas concretas sejam tomadas para coibir essas práticas ilícitas e restaurar a credibilidade da justiça perante a população. A operação Churrascada é um passo importante nesse sentido e reafirma o compromisso das autoridades em combater a corrupção em todas as suas formas.

Com informações da EBC
Fotos: © José Cruz/Agência Brasil / EBC

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade