logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Operação Surtur da PF combate desmatamento criminoso na Amazônia Legal, com mandados cumpridos.

COMPARTILHE

A Polícia Federal deflagrou, no dia 26 de junho de 2024, a Operação Surtur com o objetivo de combater um desmatamento criminoso que atingiu mais de 15 mil hectares na zona rural de Castelo do Sonhos, em Altamira, localizado no centro da região da Amazônia Legal. Segundo informações da corporação, essa área de desmatamento corresponde a mais de 15 mil campos de futebol, evidenciando a gravidade da situação.

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos em diferentes localidades, incluindo Novo Progresso, Castelo dos Sonhos e Sinop, abrangendo os estados do Pará e Mato Grosso. Além disso, houve ordens de sequestro de bens no valor estimado em mais de R$ 630 milhões, todos emitidos pela Justiça Federal da Subseção de Itaituba, no Pará.

Segundo a PF, as investigações revelaram que diversas fazendas próximas, pertencentes a diferentes pessoas, foram alvo de um intenso desmatamento, caracterizado pela ação em bloco, o que sugere uma coordenação entre os posseiros dessas áreas. A dimensão e a rapidez com que ocorreram os desmatamentos evidenciam a gravidade e a organização por trás dessas ações ilegais.

O desmatamento na Amazônia Legal é uma questão de extrema importância para a preservação ambiental e para a garantia da biodiversidade da região. A Operação Surtur representa mais um esforço das autoridades em combater o crime ambiental e garantir que a lei seja cumprida, protegendo assim a maior floresta tropical do mundo e seus ecossistemas únicos. A ação da Polícia Federal evidencia a gravidade do problema e a necessidade de ações efetivas para coibir atividades ilegais que ameacem a integridade da Amazônia e do meio ambiente como um todo.

É fundamental que a sociedade como um todo esteja atenta e engajada na proteção e preservação desse patrimônio natural de importância global. A atuação das autoridades e a conscientização da população são essenciais para garantir um futuro sustentável para a região amazônica e para as gerações futuras. Por meio de operações como a Surtur, espera-se que haja uma redução significativa das atividades criminosas que visam degradar a floresta e prejudicar a vida em um dos biomas mais ricos e vitais do planeta.

Com informações da EBC
Fotos: © Rafa Neddermeyer/Agência Brasil / EBC

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade