logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Inflação da construção civil atinge o menor patamar do ano: 0,17% em maio.

COMPARTILHE

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) registrou uma inflação de 0,17% no mês de maio deste ano. Esse valor é inferior ao índice de 0,41% observado em abril e ao índice de 0,36% registrado em maio do ano anterior. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (11).

No acumulado dos últimos 12 meses, de junho de 2023 a maio de 2024, o custo da construção teve uma inflação de 2,31%. Esse valor é um pouco inferior ao acumulado entre maio de 2023 e abril de 2024, que foi de 2,51%. Já no acumulado do ano, o custo da construção apresenta uma alta de 0,99%.

O custo nacional da construção por metro quadrado passou de R$ 1.736,37 em abril para R$ 1.739,26 em maio deste ano. Esse aumento é reflexo, principalmente, do aumento no custo da mão de obra, que subiu 0,46% em maio, atingindo o valor de R$ 732,46 por metro quadrado. Em contrapartida, os materiais apresentaram uma leve queda de 0,05%, passando a custar R$ 1.006,80 por metro quadrado.

Esses dados demonstram um cenário em que o custo da construção civil se encontra em um patamar estável, com leves variações nos preços dos materiais e da mão de obra. Esse indicador é importante não apenas para o setor da construção civil, mas também influencia outros setores da economia, pois reflete o comportamento dos preços e dos custos de produção. A tendência de queda na inflação da construção civil pode indicar uma desaceleração nos preços de imóveis e obras de infraestrutura, o que pode impactar positivamente o mercado imobiliário e a economia como um todo.

Com informações da EBC
Fotos: © Fernando Frazão/Agência Brasil / EBC

0

LIKE NA MATÉRIA