logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

CNU: Aprovados terão curso de formação a distância e presencial de até 36 meses

COMPARTILHE

Os aprovados no Concurso Público Nacional Unificado (CNU) terão a oportunidade de participar de um curso de formação, seja presencial ou a distância. Este último, elaborado pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), vinculada ao Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), terá uma carga horária de 280 horas. Pela primeira vez, a formação a distância será obrigatória para todos os candidatos convocados nos primeiros 36 meses de exercício do cargo.

Segundo a ministra de Gestão e da Inovação, Esther Dweck, a formação dos aprovados abrangerá todos os níveis. “A escola está preparando os cursos para os novos servidores, então teremos curso para todo mundo que vai entrar, essa é uma novidade”, afirmou. O cronograma do chamado “Enem dos Concursos” prevê que os candidatos aprovados serão convocados para tomar posse e ingressar nos cursos em janeiro de 2025.

Além disso, cinco carreiras vão exigir formação presencial na Enap, são elas: especialista em políticas públicas e gestão governamental; analista de infraestrutura; analista de tecnologia da informação; analista de comércio exterior; e técnico em políticas sociais. Essa formação presencial será uma etapa do concurso, realizada após as provas escritas, marcadas para 18 de agosto, e a apresentação de títulos, como diplomas de conclusão de ensino superior, mestrado ou doutorado (stricto sensu) e certificados.

Uma das particularidades do CNU é que, ao final do curso presencial de formação, os aprovados nessas cinco carreiras receberão uma certificação de pós-graduação emitida pela Enap. A diretora de Educação Executiva da Enap, Iara Alves, ressaltou que muitos candidatos entram no concurso com mestrado e doutorado em diversas áreas, e que a formação sólida proporcionada pelo curso é um diferencial para a valorização do serviço público.

As propostas dos projetos pedagógicos dos cursos de formação estão sendo desenvolvidas em parceria com os órgãos coordenadores das carreiras federais e com a participação das entidades representantes dos servidores públicos. A Enap destaca que o objetivo é nivelar conhecimentos básicos e oferecer uma formação de qualidade, garantindo profissionais qualificados para atuar no serviço público.

Com informações da EBC
Fotos: © Joel Rodrigues/Agência Brasíli / EBC

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade