logo_mco_2023_200X75
logo_mco_120X45

Publicidade

Publicidade

Alerta falso de bomba na Embaixada da Rússia em Brasília mobiliza autoridades locais.

COMPARTILHE

Na última segunda-feira (8), a Embaixada da Rússia em Brasília foi alvo de um falso alerta de bomba, que mobilizou a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) para realizar uma varredura no local. O incidente teve início às 10h, quando a representação diplomática recebeu uma ligação de uma pessoa se identificando como ucraniana e comunicando, em russo, que duas toneladas de explosivos tinham sido colocadas nos túneis sob o prédio da embaixada.

Diante da gravidade da ameaça, policiais militares do 5° BPM acionaram a Operação Petardo, especializada em explosivos, para garantir a segurança no local. Além disso, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) realizou uma varredura externa, enquanto a Polícia Federal (PF) foi chamada para auxiliar na busca por explosivos no interior do prédio. Com o apoio de cães farejadores da PM, os agentes investigaram minuciosamente cada canto em busca de possíveis artefatos explosivos.

Após mais de duas horas de buscas intensas, por volta das 12h50, a operação foi concluída sem que qualquer explosivo fosse encontrado. O alerta de bomba foi finalmente considerado falso e a situação na Embaixada da Rússia retornou à normalidade. A rápida atuação das forças de segurança e o trabalho conjunto entre PMDF, Bope, PF e cães farejadores demonstraram a eficiência e prontidão das autoridades diante de situações de ameaça.

É importante ressaltar a importância de se realizar investigações rigorosas diante de alertas de bomba, garantindo a segurança de todos os envolvidos e evitando possíveis incidentes. A Embaixada da Rússia em Brasília retomou suas atividades normais após o susto e segue como um local de diálogo e representação diplomática entre os países.

Com informações da EBC
Fotos: © PMDF/Ascom / EBC

0

LIKE NA MATÉRIA

Publicidade